VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

o Alcorão, a Torá.

O Alcorão é um livro que não pode ser comercializado.
A instituição que disponibiliza o livro sagrado é a Câmara de Comércio Árabe Braileira e o endereço é: http://www.ccab.com.br/site/xtAlcorao.php




Recomendação do professor Rui Décio Martins.

HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL

HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
Mary Del Priore(Org.)
Recomendação do Professor Rui Décio Martins.

Resultado de um cruzamento de olhares sobre o tema abrangente da infância na história brasileira, reúne historiadores, sociólogos e educadores sensíveis à consciência que vem aflorando sobre a condição das crianças e, sobretudo, atentos ao legado do passado na situação atual. Tais pesquisadores empenham-se em transformar as crianças em sujeitos históricos neste livro que trata dos pequenos viajantes nas embarcações do século XVI, dos curumins catequizados pelos jesuítas, das crianças escravas, da infância de ricos e pobres, dos...

O reconhecimento da independência do Brasil

de Hildebrando Accioli,
O reconhecimento da independência do Brasil

recomendação do professor Rui Décio Martins


Os EUA foram o primeiro Estado a reconhecer.
Em Portugal, a coisa pública pertencia aos reis.
Era do interesse da Inglaterra reconhecer o Brasil, para negociar diretamente com o Brasil.
Mas não podia, porque Portugal tinha que reconhecer primeiro.
Tivemos que dar uma compensação a título pessoal para a coroa portuguesa – uma indenização – por perdas que teriam com a nossa independência.

DIREITO DO MAR

Recomentação do professor Rui Décio Martins

Jete Jane Fiorati


Disciplina Jurídica dos Espaços Marítimos na Convenção das Nações Unidas sobre Direito do Mar de 1982 e na Jurisprudência Internacional

sábado, 25 de outubro de 2008

PRÁTICA PENAL

Coleção Prática Forense

Angela Cangiano Machado

Editora Premium


Indicação do professor Heitor, em 2008.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

O POVO BRASILEIRO

O POVO BRASILEIRO
AUTOR: DARCI RIBEIRO
Sobre a formação de novo povo.
Recomendado pela professora Rosa em 9.10.2008

MELHOR, IMPOSSÍVEL

FILME:
MELHOR, IMPOSSÍVEL => PERSONALIDADE ESQUIZÓIDE
(quando estudados os psicopatas)


(recomendação do professor Wagner Rosino)

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO

OBRAS indicadas pelo professor Rui Décio Martins.

O título de todas é Direito Internacional Privado.
Os autores:
Osires Rocha
Amílcar de Castro
Hee Moon Jô
Beat Walter Reuschsteiner
Jacob Dolinger

sábado, 11 de outubro de 2008

ANATOMIA DO GENOCÍDIO

LIVRO: muito interessante

livro indicado pelo professor Rui Décio Martins



ANATOMIA DO GENOCÍDIO
Israel W. Charny
editora: Rosa dos Tempos
ano: 1982
estante: Psicologia
Escrito por um psicólogo judeu. Fala sobre o genocídio, sob o ponto de vista psicológico.
Muito bom!

Eichmann em Jerusalém. Informe sobre a Banalidade do Mal

Livro recomendado pelo professor Rui Décio Martins, em 8.10.2008.

"É maravilhoso"! Vale a pena ler o livro. Um tribunal totalmente espúrio - de exceção."

Banalidade do Mal
Banalidade do Mal é uma expressão criada por Hannah Arendt (1906-1975), teórica política alemã, em seu livro "Eichmann em Jerusalém", cujo subtítulo é "Informe sobre a Banalidade do Mal".

Índice
1 Os Antecedentes da Frase
2 O Livro
3 A Frase
4 Bibliografia
5 Ligações Externas

Os Antecedentes da Frase
No ano de 1961, em Israel, é iniciado o julgamento de Adolf Eichmann por crimes de genocídio contra os judeus, durante a Segunda Guerra Mundial. Este julgamento foi recheado de grande polêmica e controvérsias. Quase todos os...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Gostaríamos de Informá-lo de Que Amanhã Seremos Mortos com Nossas Famílias

LIVRO INDICADO PELO PROFESSOR RUI DÉCIO MARTINS

GENOCÍDIO EM RUANDA
Nelson Ascher

"‘Gostaríamos de informá-lo...’", copyright Folha de S. Paulo, 6/01//01

"O livro do jornalista e escritor norte-americano Philip Gourevitch é, até onde sei, o primeiro publicado no Brasil sobre os acontecimentos de meados dos anos 90 em Ruanda.

Muitos são os nomes aplicáveis ao que lá ocorreu pouco mais de seis anos atrás, mas cada vez mais pessoas julgam que o nome adequado é uma palavra que, com seriedade, tem sido usada para designar no máximo três outros acontecimentos, todos do século 20: o extermínio dos judeus europeus pelos alemães e seus aliados na primeira metade da década de 40; a deportação e massacre dos armênios pelos turcos durante a Primeira Guerra; e a dizimação de parte da população do Camboja pelo seu próprio governo, o Khmer Vermelho, nos anos 70. A palavra é ‘genocídio’.

sábado, 27 de setembro de 2008

DIFUSOS E COLETIVOS

O professor Rollo indica o livro

INQUÉRITO CIVIL, DE NIGRO MAZIONI.

Muito bom, para quem se interessar pelo tema.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

NOSSA PROFESSORA VALÉRIA, EM MUITO BOA COMPANHIA

A divulgação da produção de nossos professores é um incentivo aos alunos, que se sentem edificados, além de elevar o nome de nossa instituição.

Nossa professora Valéria, em muito boa companhia, lançou um novo livro.
O momento é bastante oportuno - basta ler o prefácio, do Ives, disponível logo abaixo.

Entendo que a leitura da obra pode ser bastante interessante. Além de ampliar o conhecimento sobre o assunto, ser muito agradável.

TRIBUTAÇÃO NA ZONA FRANCA DE MANAUS
(Comemoração aos 40 anos da ZFM)

2008
TRIBUTAÇÃO NA ZONA FRANCA DE MANAUS
(Comemoração aos 40 anos da ZFM)
COORDENADORES
Ives Gandra da Silva Martins
Carlos Alberto de Moraes Ramos Filho
Marcelo Magalhães Peixoto
AUTORES
Valéria Furlan
Alísio Cláudio Barbosa Ribeiro
Danielle Maia Queiroz

sábado, 12 de abril de 2008

DIREITO INTERNACIONAL - PROFESSOR RUI DÉCIO

LIVROS INDICADOS

ACCIOLY, Hildebrando
Hoje, a edição foi revista por Paulo Borba Cosella.

ALBUQUERQUE MELLO, Celso D. (2 VOLUMES)
É o mais completo: CURSO.

JO, Hee Moon
Hoje, é a mais atual.

RESEK, José Francisco

SANTOS, Luis Roberto
MANUAL

SOARES, Guido F.S.

MAZZUOLI, Valério Oliveira

AS COLETÂNEAS DAS PRINCIPAIS CONVENÇÕES - REDI

TAMBÉM A REVISTA ESPANHOLA DE DIREITO INTERNACIONAL.

A maior parte das obras estrangeiras sobre o Direito Internacional vale a pena.
É uma mesma matéria, seja a obra alemã, espanhola ou brasileira.

CONHECIMENTOS GERAIS

KAREN ARMSTRONG escreveu:
- Em nome de Deus e
- Jerusalém.

No livro Em Nome de Deus, ela faz um estudo das três maiores religiões, e como elas exerceram o seu domínio.
(recomendação do professor Rui Décio Martins)


FREI BARTOLOMEU DE LAS CASAS
Relação das Índias
(recomendação do professor Rui Décio Martins)


SAMANTHA POWER
livro indicado: Genocídio
(recomendação do professor Rui Décio Martins)

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Viva apaixonadamente. O hoje, o presente. Porque é tudo o que existe de verdade, tudo o que existe para ser vivido. O mais, é irrelevante.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!