VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

A CIDADE DO SOL (Thousand Splendid Suns), de Khaled Hosseini

É uma obra fantástica!
Não no sentido de "fantasia", mas no como o autor amarra a trama. Hosseini é um criador genial de obras fortes e envolventes. As imagens desenrolam-se de forma dinâmica em um Afeganistão sempre em crise. 
Gosto de aprender a partir da leitura de bons livros, e esta é uma excelente escolha para saber algo mais sobre os países do Oriente Médio. Afinal, trata-se da história de pessoas que, naturalmente, tem com pano de fundo o lugar em que elas vivem.
Certo: sempre se pode opor que se trata de uma obra de ficção e que Hosseini narra segundo sua perspectiva de exilado vivendo nos Estados Unidos. Hosseini é, entretanto, crítico, sensível e verdadeiro. Suas obras são singulares e realistas.
Marian é a harami, a bastarda:
"Foi esta última peça que escapuliu das mãos da menina e se espatifou no...

O LEITOR, de Bernhard Schlink

Li o livro. Trata-se da história de Michael Berg  e Hanna Schmitz, na Alemanha pós guerra. 
A narrativa começa com o romance: ele, com quinze anos, ela, vinte anos mais velha. 
Depois do súbito desaparecimento dela, eles encontram-se em um tribunal: Michael é um estudante de Direito e Hanna, uma das rés, responsáveis pela morte de judeus.
Michael descobre então o segredo guardado pela mulher, que poderia atenuar sua pena. Entretanto, tal segredo seria mais vergonhoso do que o crime a ela imputado.
Narrado de forma austera e objetiva, repensa diversos valores e conceitos e o desfecho da história surpreende.
Adaptado para o cinema, teve Kate Winslet e Ralph Fiennes como protagonistas e é considerado um dos melhores filmes de 2008  (recebeu diversas indicações e Kate recebeu, como melhor atriz, o Oscar e o Globo de Ouro). 
Ainda que você tenha assistido o filme, vale a pena ler o livro. Assim que...

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Viva apaixonadamente. O hoje, o presente. Porque é tudo o que existe de verdade, tudo o que existe para ser vivido. O mais, é irrelevante.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!